Vendedor de milho do Subúrbio é ameaçado por agiota após cair em “Esquema do Pix da Record Bahia – Vixe Bahia

HomeBahia

Vendedor de milho do Subúrbio é ameaçado por agiota após cair em “Esquema do Pix da Record Bahia – Vixe Bahia

Um vendedor de milho de 38 anos, morador de Nova Constituinte e que trabalhava na Praça do Sol, em Periperi, foi vítima do “Esquema do Pix da Record Bahia”. De acordo com informações obtidas pela imprensa, dois jornalistas da empresa estão sendo investigados por suspeita de desvio de doações feitas por telespectadores. O montante desviado seria de R$800 mil e a suspeita é que o esquema ocorria há pelo menos três meses.

Não recebimento das doações após reportagem na Record Bahia

O trabalhador, identificado como Adriano Dias Lima, afirmou em entrevista que não recebeu as doações que teriam sido feitas por telespectadores após seu caso ser repercutido no programa Balanço Geral. Ele contou que teve sua casa arrombada em setembro de 2022 e que a reportagem da emissora estava presente quando ele registrava a queixa na delegacia. Após a cobertura, a produção teria divulgado um Pix para receber doações em nome de Adriano, mas ele nunca recebeu o dinheiro.

Adriano disse ter entrado em contato diversas vezes com a emissora via Instagram e telefone, mas não teve retorno. Ele pediu dinheiro emprestado a um agiota para comprar um fogão industrial para trabalhar, mas não conseguiu pagar e foi ameaçado de morte. O vendedor teve que sair de Periperi com a família após as ameaças.

Investigação sobre o desvio de doações

A fonte do site revelou que a maracutaia foi descoberta após serem divulgados dois Pixs para doações. Até um jogador de futebol, que teve atuação no Bahia e atualmente trabalha em um time saudita, teria feito uma doação após se sensibilizar com uma reportagem sobre uma criança com câncer. Porém, a criança acabou falecendo e não se sabe se a doação foi desviada. Uma investigação interna foi instaurada pela Record Bahia. A Polícia Civil ainda não comentou o caso.

Agiotas ameaçam pessoas em situação de vulnerabilidade

Infelizmente, a história de Adriano não é um caso isolado. Pessoas em situação de vulnerabilidade social muitas vezes se veem obrigadas a recorrer a empréstimos com agiotas para conseguir sobreviver. E, como no caso do vendedor de milho, quando não conseguem pagar as dívidas, acabam sendo ameaçadas e sofrendo violência. Por isso, é importante que a população fique atenta a esse tipo de situação e que as autoridades investiguem e punam esses criminosos.


Fonte: clique aqui.

Você bem informado!

COMMENTS