Saiba como um eclipse solar afeta o comportamento dos animais

HomeÚltimas Notícias

Saiba como um eclipse solar afeta o comportamento dos animais

Um estudo conduzido durante um eclipse solar de 2017 mostrou que alguns animais mudam comportamentos durante o evento. Foram analisadas 17 espécies e 75% delas tiveram alguma modificação nas suas atitudes quando os raios de Sol ficaram bloqueados.

A maioria dos animais tem seus ciclos baseados na luz solar, então, quando a escuridão causada pelo eclipse chega, eles tendem a se comportar como se fosse noite. Ainda, outros bichos tiveram comportamentos que indicaram um certo nível de ansiedade.

O estudo foi conduzido no Zoológico de Riverbanks, em Columbia, nos Estados Unidos. Ali foram observados os comportamentos de mamíferos, aves e répteis antes, durante e imediatamente depois do eclipse.

As reações dos bichos foram classificadas em: normais, noturnas, novas e de aparente ansiedade. Foi detectado que a maior parte deles se comportou como se fosse noite, já que nos locais em que o eclipse pode ser visto de forma total, a escuridão toma conta por alguns minutos.

Adam Hartstone-Rose, um dos autores da pesquisa, confessou que: “Para ser completamente honesto, eu não achava que veríamos algo interessante. Os animais veem nuvens passarem o tempo todo e às vezes tudo fica nublado. Eu não achava que eles iam se importar com isso”, mas completou: “Surpreendentemente, três quartos das espécies que observamos tiveram algum tipo de reação.”

As girafas, por exemplo, só correm quando estão em risco de vida, mas durante o eclipse algumas começaram a correr como se o céu estivesse desabando. Os gorilas tentaram entrar no lugar onde dormem e ficaram perplexos por não os deixarem, e algumas tartarugas-das-Galápagos começaram a acasalar durante o eclipse. Além disso, foi observado que todas elas olharam para o céu após o evento ter acabado.

Novo estudo em abril

Os pesquisadores coletarão mais materiais durante o novo eclipse solar total para comparar o comportamento dos mesmos animais e tentar achar semelhanças entre os acontecimentos.

Desta vez, o público poderá participar dessa pesquisa compartilhando relatos que acharem relevantes sobre os bichos que conseguirem observar durante o eclipse. Os depoimentos serão enviados pelo site.

Como será o eclipse

No dia 8 de abril a Lua, a Terra e o Sol ficarão completamente alinhados e os raios solares serão bloqueados por alguns minutos. O fenômeno começará a ser visível às 16h (horário de Brasília), na costa do México, e terminará às 17h (horário de Brasília), na costa Atlântica do Canadá.

Esse eclipse será diferente dos últimos dessa categoria, por durar cerca de dois minutos a mais e pela coroa solar (sua camada mais externa) ser mais visível do que no último, em 2017

Mesmo não sendo visível no Brasil, será possível acompanhar o eclipse através dos canais e redes sociais na Nasa.

Fonte: clique aqui.

Você bem informado!

COMMENTS