Isosporíase: o que é, sintomas, prevenção e tratamento

HomeLifestyle

Isosporíase: o que é, sintomas, prevenção e tratamento

A Isospora belli é um parasita que causa a isosporíase, também chamada de cistoisosporíase, uma doença infecciosa que tem como principais sintomas diarreia prolongada, cólicas abdominais e aumento dos gases que normalmente passam depois de algumas semanas.

A isosporíase é comum de acontecer em locais quentes em que as condições de higiene e saneamento básico são precárias, havendo o favorecimento do desenvolvimento desse parasita até a sua forma infectante. A transmissão da Isospora belli acontece por meio do consumo de alimentos ou água contaminados com esse parasita, por isso é importante ter atenção aos hábitos de higiene tanto alimentar quanto pessoal.

É importante que o clínico geral ou infectologista seja consultado assim que surgirem sintomas sugestivos de infecção por Isospora belli para que seja feita uma avaliação, confirmado o diagnóstico é iniciado o tratamento, que normalmente é feito com medicamentos antibióticos e/ou antiparasitários.


Sintomas de Isosporíase

Os principais sintomas de infecção por Isospora belli são:

  • Diarreia;
  • Cólicas;
  • Dor abdominal;
  • Febre;
  • Náuseas e vômitos;
  • Perda de peso;
  • Fraqueza.

De forma geral, a cistoisosporíase não provoca sintomas, melhorando espontaneamente. No entanto, quando há alterações no sistema imunológico.

Em pessoas que possuem qualquer alteração no sistema imunológico, a isosporíase pode favorecer a ocorrência de outras infecções crônicas, além de aumentar o risco de desidratação, já que a diarreia é aquosa e prolongada, sendo necessária hospitalização da pessoa.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico da infecção por Isospora belli é feito por meio da identificação da presença de oocistos nas fezes, mas também pode ser indicado pelo médico a realização de endoscopia, em que pode ser observada alteração na mucosa do intestino e atrofia das vilosidades intestinais, sendo indicativo de infecção por Isospora belli.

Marque uma consulta com o médico mais próximo para investigar a possibilidade de cistoisosporíase:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Clínicos Gerais e receba o cuidado personalizado que você merece.



Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Ciclo da Isospora belli

O ciclo de vida da Isospora belli tem início a partir do consumo de alimentos ou água contaminadas por oocistos desse parasita. No intestino acontece a liberação da forma responsável pela doença, os esporocistos, que reproduzem-se de forma assexuada e sexuada e evoluem até oocisto, que é eliminado nas fezes.

Os oocistos liberados nas fezes necessitam de cerca de 24 horas para evoluírem e se tornarem infectantes, no entanto esse tempo também varia de acordo com as condições climáticas. Quando mais quente o ambiente, maior é a rapidez com que pode acontecer a infecção.

Tratamento para Isosporíase

O tratamento para a Isosporíase tem como objetivo promover a eliminação do agente causador da doença, sendo normalmente indicado pelo médico o uso de Sulfametoxazol-Trimetoprim. O médico também pode recomendar o uso de outro remédio caso a pessoa apresente alergia a algum componente do medicamento ou caso o tratamento não esteja sendo eficaz, podendo ser indicado Metronidazol, Sulfadiazina-Pirimetamina ou Sulfadoxina-Pirimetamina.

Além disso, como é frequente que haja quadro de diarreia crônica, é recomendado que a pessoa beba bastante água e permaneça em repouso para evitar que haja desidratação.

Como prevenir

A prevenção da isosporíase consiste em evitar o consumo de água e alimentos que provavelmente estiveram em contato com fezes. Além disso, é importante adotar medidas que evitem a contaminação, como por exemplo lavagem correta das mãos e dos alimentos e melhora das condições sanitárias do ambiente. Confira algumas estratégias para evitar as doenças causadas por parasitas.

Fonte: Tua Saúde!

COMMENTS