Europa teve forte aumento nas importações de armas entre 2019 e 2023

HomeInternacional

Europa teve forte aumento nas importações de armas entre 2019 e 2023

As importações de armas para a Europa aumentaram 94% 2019 e 2023, em comparação com o período 2014-2018, revelou nesta segunda-feira (11/03) o Instituto Internacional de Pesquisa para a Paz de Estocolmo (SIPRI). No seu último relatório, o SIPRI observou que a Ucrânia emergiu como o maior importador de armas da Europa e o quarto maior do mundo nos últimos cinco anos, com pelo menos 30 países fornecendo armas a Kiev desde Fevereiro de 2022.

“Com muitas encomendas de armas de alto valor, incluindo quase 800 aviões de combate e helicópteros de combate, as importações de armas europeias provavelmente permanecerão num nível elevado”, disse Pieter Wezeman, investigador sénior do Programa de Transferência de Armas do SIPRI. Acrescentou que, nos últimos dois anos, a Europa também registou uma procura muito maior de sistemas de defesa aérea devido à crise na Ucrânia.

Entretanto, o relatório do SIPRI mostra que cerca de 55% das importações de armas pelos países europeus, no período 2019-2023, vieram dos Estados Unidos. “Muitos factores moldam as decisões dos estados europeus da Nato de importar produtos dos EUA, incluindo o objectivo de preservar as relações transatlânticas”, observou o Director do SIPRI, Dan Smith. Na sua opinião, “se as relações transatlânticas mudarem nos próximos anos, as políticas dos Estados europeus para a compra de armas também poderão ser modificadas”.

Segundo a agência Xinhua, fundado em 1966, o SIPRI fornece dados, análises e recomendações sobre gastos militares, comércio de armas, desarmamento e controlo de armas, entre outras questões.

Fonte: Monitor Mercantil

Fonte: clique aqui.

Você bem informado!

COMMENTS