“Dizia que ia beber meu sangue”, afirma mulher ao ter língua arrancada

HomeBrasil

“Dizia que ia beber meu sangue”, afirma mulher ao ter língua arrancada

Na manhã dessa segunda-feira (11/3), o homem, de 49 anos, que arrancou parte da língua de uma pensionista, de 66, procurou a 75ª DP (Rio do Ouro), onde o caso foi registrado. 

O caso ocorreu na última segunda-feira passada, no Rio do Ouro, em São Gonçalo. “Eu não tinha medo dele, nunca tive. Ele não me batia, pois tinha medo dos meus filhos, mas ele dizia que ia beber meu sangue”, contou, com dificuldade, a pensionista.  

Confira a reportagem completa em O São Gonçalo, parceiro do Metrópoles.

Fonte: clique aqui.

Você bem informado!

COMMENTS