Diarreia: sintomas, causas, tipos (e o que fazer)

HomeLifestyle

Diarreia: sintomas, causas, tipos (e o que fazer)

Diarreia é uma alteração da frequência de evacuações e consistência das fezes caracterizada por sintomas como fezes amolecidas ou aquosas e mais de 3 evacuações ao dia, que podem ser também em grande quantidade.

Na maioria dos casos, a diarreia é provocada por infecções bacterianas ou virais, mas também pode ser causada por intolerâncias alimentares, alergias ou efeito colateral de medicamentos, por exemplo.

Em caso de suspeita de diarreia, especialmente se persistente ou surgirem outros sintomas, é recomendado consultar um gastroenterologista ou clínico geral. Em alguns casos o tratamento deve ser específico para a sua causa, podendo envolver medicamentos e/ou alterações na alimentação.


Principais sintomas

Os principais sintomas de diarreia são:

  • Fezes amolecidas ou aquosas;
  • Ir ao banheiro mais de 3 vezes ao dia;
  • Evacuar em grande quantidade.

Outros sintomas, como febre, sangue nas fezes, náusea, vômitos, barriga inchada, dor no abdome ou excesso de gases, normalmente também estão presentes e variam de acordo com a causa da diarreia.

Além disso, especialmente em bebês e crianças pequenas, a diarreia quando não tratada pode levar à desidratação devido à perda de líquidos, podendo surgir sintomas como aumento da sede, mucosas secas, olhos fundos e, nos casos mais graves, pressão baixa.

Leia também: Diarreia no bebê: sintomas, causas (e o que fazer)


tuasaude.com/diarreia-infantil

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico de diarreia normalmente é feito pelo gastroenterologista ou clínico geral levando em consideração as características das fezes e aumento da frequência de idas ao banheiro para evacuar.  

No entanto, dependendo da causa suspeita, o médico pode indicar exames, como o exame parasitológico das fezes, teste de intolerância à lactose ou colonoscopia, para confirmar o diagnóstico e indicar o tratamento mais adequado.

Caso deseje marcar uma consulta, é possível encontrar o gastroenterologista mais próximo de você utilizando a ferramenta abaixo: 

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Gastroenterologistas e receba o cuidado personalizado que você merece.



Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.


Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Possíveis causas

As causas mais frequentes de diarreia são:

  • Infecções, principalmente as causadas por vírus e bactérias;
  • Síndrome do intestino irritável;
  • Intolerâncias ou alergias alimentares, como intolerância à lactose ou doença celíaca;
  • Parasitoses intestinais, como giardíase e amebíase;
  • Intoxicação alimentar, devido ao consumo de alimentos com prazo de validade vencido, por exemplo;
  • Doenças inflamatórias intestinais, como doença de Crohn ou colite ulcerativa;
  • Efeito colateral de medicamentos, como antibióticos ou anti-inflamatórios.

Além disso, a diarreia é mais frequente em pessoas que fizeram viagens recentemente, tiveram contato com outras pessoas com diarreia e/ou não têm o hábito de lavar as mãos, principalmente antes de preparar alimentos, por exemplo. Confira os principais alimentos que podem causar diarreia.

Tipos de diarreia

Os tipos mais comuns de diarreia incluem:

  • Diarreia infecciosa: frequentemente está associada a sintomas como febre, náusea, vômitos e fezes com sangue;
  • Diarreia crônica: quando a diarreia persiste por mais de 4 semanas;
  • Diarreia com sangue: na maioria dos casos, está associada a infecções bacterianas, mas também pode ser causada pelo uso de alguns medicamentos ou doenças inflamatórias intestinais, por exemplo;
  • Diarreia amarela: embora não tenha uma causa específica, é frequente em caso de problemas na produção da bile e/ou canais que a transportam;
  • Diarreia aquosa: é caracterizada por fezes líquidas e apresenta maior risco de desidratação pela perda água ser mais intensa;
  • Diarreia verde: é mais comum quando se consome muitos alimentos de cor verde.

A classificação do tipo de diarreia é feita levando em consideração principalmente as suas características, duração e sintomas associados, sendo importante para que o médico possa identificar a sua causa e indicar o tratamento mais adequado. Veja mais detalhes dos principais tipos de diarreia.

O que fazer

Na maioria dos casos, a diarreia em adultos e crianças não necessita de um tratamento específico e melhora em poucos dias apenas com o uso de medicamentos para aliviar os sintomas, como antitérmicos e/ou antieméticos, e do soro de reidratação oral para prevenir a desidratação.

Além disso, em alguns casos de diarreia, o médico também pode indicar o uso de remédios antidiarreicos para ajudar a diminuir a frequência de evacuações ou probióticos que podem contribuir para a restaurar a flora intestinal mais rapidamente, por exemplo. Confira algumas dicas para parar a diarreia mais rápido.

Leia também: 5 remédios para diarreia infantil


tuasaude.com/remedio-para-diarreia-infantil

No entanto, principalmente nos casos de infecção bacteriana ou diarreia crônica, o tratamento deve ser específico para a sua causa, podendo envolver o uso de medicamentos como antibióticos, enzimas digestivas ou corticoides, ou alterações na dieta, por exemplo. Conheça os principais remédios para a diarreia.

Alterações na dieta

Além de aumentar a ingestão de líquidos, algumas alterações na dieta como ingerir alimentos com poucas fibras podem contribuir para aliviar os sintomas da diarreia. Assim, é indicado o consumo de arroz branco, banana, maçã sem casca e sucos de fruta diluídos, por exemplo.

Leia também: O que comer para diarreia: 9 melhores alimentos (e o que evitar)


tuasaude.com/o-que-comer-na-diarreia

Especialmente em caso de diarreia associada a intolerâncias alimentares ou alergias, também é indicado evitar alimentos que podem desencadear ou agravar os sintomas, como o leite e seus derivados em caso de intolerância à lactose.

Remédios caseiros

O soro caseiro é uma das principais alternativas quando o soro de reidratação que é vendido na farmácia não está prontamente disponível e também pode ajudar a evitar que a desidratação se agrave em caso de diarreia. Confira como preparar o soro caseiro.

Leia também: 7 remédios caseiros para tratar a diarreia (e como fazer)


tuasaude.com/remedio-caseiro-para-diarreia

Além do soro caseiro, o chá de goiaba, que possui propriedades antidiarreicas e antiespasmódicas, também é uma opção para complementar o tratamento da diarreia indicado pelo médico e aliviar os sintomas. Veja mais chás para diarreia e como preparar.

Fonte: Tua Saúde!

COMMENTS