Dermatite herpetiforme: o que é, sintomas, causas e tratamento

HomeLifestyle

Dermatite herpetiforme: o que é, sintomas, causas e tratamento

A dermatite herpetiforme é uma doença autoimune crônica que causa sintomas como pequenas bolhas vermelhas na pele, que podem ficar agrupadas e causar coceira intensa, semelhantes às lesões provocadas pelo herpes, afetando mais frequentemente a pele do couro cabeludo, ombros, nádegas, cotovelos e joelhos.

Essa doença, também conhecida como doença de Duhring-Brocq ou dermatite herpetiforme celíaca, é mais comum em pessoas que sofrem de doença celíaca, pois parece estar relacionada com a sensibilidade ao glúten, que é a proteína presente no centeio, trigo, malte e cevada. Entenda o que é a doença celíaca e principais sintomas.

O tratamento da dermatite herpetiforme é feito pelo dermatologista ou clínico geral, e envolve alterações na dieta, eliminando o glúten da alimentação do dia a dia, e uso de antibióticos para ajudar a aliviar os sintomas.

Conteúdo sensível

Esta imagem pode apresentar conteúdo desconfortável para algumas pessoas.


Foto da dermatite herpetiforme

Sintomas da dermatite herpetiforme

Os principais sintomas da dermatite herpetiforme são:

  • Bolhas vermelhas e agrupadas na pele;
  • Manchas vermelhas planas;
  • Coceira nas costas, couro cabeludo, ombros, nádegas, cotovelos ou joelhos;
  • Sensação de queimação nas regiões afetadas;
  • Bolhas que estouram facilmente ao coçar;
  • Placas vermelhas ou vergões com descamação;
  • Feridas em volta das bolhas.

Os sintomas da dermatite herpetiforme são comuns de surgir no couro cabeludo, nádegas, cotovelos, joelhos e costas e, geralmente, aparecem de forma simétrica, ou seja, aparece em ambos os cotovelos ou ambos os joelhos, por exemplo.

Geralmente, a dermatite herpetiforme não deixa cicatrizes na pele após o desaparecimento das lesões, no entanto, pode deixar manchas claras ou escuras na pele.

Teste online de sintomas

A dermatite herpetiforme é um tipo de dermatite, como a dermatite de contato e dermatite atópica. Para saber a possibilidade de ter uma dermatite, por favor, selecione os sintomas que apresenta:

Este teste é uma ferramenta que serve apenas como meio de orientação e não tem a finalidade de dar um diagnóstico e nem substituir a consulta com um dermatologista ou clínico geral.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da dermatite herpetiforme é feito pelo dermatologista ou clínico geral através da avaliação das características das lesões na pele e histórico de saúde.

Se deseja avaliar o risco de dermatite herpetiforme, marque uma consulta com o dermatologista mais perto de você:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Dermatologistas e receba o cuidado personalizado que você merece.



Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Para confirmar o diagnóstico, o médico deve solicitar uma biópsia de pele, em que é retirado um pequeno pedaço da lesão para ser avaliado em laboratório, sendo então possível avaliar com mais detalhes as características das lesões e a presença de imunoglobulina A no local, o que é comum de ser verificado na dermatite herpetiforme. Saiba como é feita a biópsia de pele.

Além disso, o médico deve solicitar exames para diagnosticar a doença celíaca, como exame de urina, fezes e sangue, para verificar os níveis de anticorpos, teste genético e endoscopia intestinal com biópsia, por exemplo. 

Possíveis causas

A principal causa da dermatite herpetiforme é a intolerância ao glúten, pois esta substância é capaz de ativar o sistema imune, dando origem à formação de imunoglobulina A (Ig A), uma substância que leva o organismo a atacar as células do intestino e da pele.

A predisposição genética, ou seja, ter parentes de primeiro grau, como pai ou mãe com doença celíaca ou dermatite herpetiforme, parece aumentar o risco do desenvolvimento dessas doenças.

Além disso, a exposição ao iodo também parece aumentar o risco de crises de dermatite herpetiforme, em pessoas com doença celíaca.

Como é feito o tratamento

O tratamento para a dermatite herpetiforme deve ser orientado pelo dermatologista ou clínico geral de acordo com as características das bolhas e com os outros sintomas apresentados. Assim, inicialmente é indicado realizar alimentação sem glúten, pois assim é possível prevenir o aparecimento de novas bolhas. Veja como tirar o glúten da dieta.

Porém, como a dieta demora algum tempo para fazer efeito, o dermatologista também pode indicar o uso de um antibiótico oral, como dapsona, que alivia os sintomas em 1 a 3 dias. Por poder provocar vários efeitos colaterais, como diarreia, náuseas e até anemia, a dose de dapsona deve ser diminuída ao longo do tempo até se achar a dose mínima capaz de aliviar os sintomas.

No caso de pessoas que não conseguem tolerar o tratamento com a dapsona, o dermatologista pode receitar o uso de pomadas com corticoides ou o uso de outros antibióticos, como a sulfapiridina, por exemplo.





99% dos leitores

acham este conteúdo útil



(108 avaliações nos últimos 12 meses)

Fonte: Tua Saúde!

COMMENTS