Broncoespasmo: o que é, sintomas, causas e tratamento

HomeLifestyle

Broncoespasmo: o que é, sintomas, causas e tratamento

Broncoespasmo é a contração das vias aéreas que pode dificultar a passagem de ar para os pulmões e provocar sintomas como tosse, chiado no peito ou falta de ar. Quando grave, o broncoespasmo pode colocar a vida em risco.

Normalmente, o broncoespasmo acontece devido a asma, no entanto também pode ser causado por infecções respiratórias, reações alérgicas ou engasgamento com alimentos ou objetos, especialmente em crianças.

Em caso de suspeita de broncoespasmo, é recomendado procurar a emergência para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento mais adequado, que pode envolver medicamentos como salbutamol, corticoides e a injeção de epinefrina.


Sintomas de broncoespasmo

Os principais sintomas de broncoespasmo são:

  • Chiado no peito;
  • Falta de ar;
  • Sensação de aperto no peito;
  • Respiração acelerada;
  • Tosse;
  • Cansaço;
  • Tontura;
  • Agitação.

Os sintomas tendem a surgir repentinamente, especialmente quando a pessoa entra em contato com possíveis substâncias que causem alergia, como pólen ou poeira. 

Dependendo da sua causa, também podem estar presentes outros sintomas, como vermelhidão na pele, inchaço no rosto e coceira no corpo, podendo indicar reações alérgicas graves, como anafilaxia. Entenda melhor o que é anafilaxia e como identificar.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico do broncoespasmo é feito pelo pneumologista ou clínico geral, através da avaliação dos sintomas, histórico de saúde, hábitos de vida e exame físico ao solicitar a pessoa para inspirar e expirar, enquanto escuta os pulmões com um estetoscópio, para verificar se existem ruídos produzidos durante a respiração.

O médico deve fazer também um exame de oximetria ou gasometria arterial para medir a quantidade de oxigênio no sangue. Saiba como é feita a gasometria arterial.  

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Pneumologistas e receba o cuidado personalizado que você merece.



Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Além disso, para identificar a causa do broncoespasmo, o médico deve solicitar exames como espirometria, testes de função pulmonar, ou exames de raio X tórax ou tomografia computadorizada. 

Possíveis causas

O broncoespasmo pode ser causado por:

  • Asma;
  • Bronquite crônica;
  • Infecções respiratórias, como gripes e resfriados;
  • Doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC);
  • Enfisema pulmonar;
  • Alergia a poeira, pólen, ácaro, mofo, pelo de animais, ou fezes, saliva ou partes do corpo de baratas;
  • Alergia a alimentos ou medicamentos;
  • Exercício físico;
  • Refluxo gastroesofágico;
  • Reações alérgicas;
  • Engasgamento com objetos ou alimentos, por exemplo;
  • Uso de alguns medicamentos, como aspirina ou beta-bloqueadores;
  • Inalação de fumaça ou ar muito frio;
  • Hábito de fumar;
  • Emoções fortes ou estresse;
  • Anestesia geral em cirurgias.

No entanto, a falta de ar também pode ter outras causas, como obesidade e problemas cardíacos, sendo importante consultar o pneumologista ou clínico geral para confirmar o diagnóstico. Veja mais causas de falta de ar.

Captopril ou propranolol causam broncoespasmo?

O captopril normalmente não causa broncoespasmo, no entanto, pode provocar tosse em algumas pessoas. Já o propranolol pode causar broncoespasmos, especialmente em pessoas com asma ou DPOC, por exemplo, e geralmente é contraindicado nessas situações.

Como é feito o tratamento

O tratamento do broncoespasmo depende da sua causa, mas geralmente envolve o uso de broncodilatadores inalatórios para abrir as vias aéreas, como salbutamol e brometo de ipratrópio, e corticoides, para diminuir a inflamação, especialmente em caso de crise de asma. Saiba o que fazer em caso de crise de asma.

Além disso, podem ser indicados outros medicamentos, como anti-histamínicos e a injeção de epinefrina, quando o broncoespasmo é causado por anafilaxia, ou a broncoscopia, que é exame capaz de identificar e remover objetos das vias aéreas, em caso de engasgos.

Leia também: Broncodilatadores: o que são, para que servem (e como usar)


tuasaude.com/broncodilatador





96% dos leitores

acham este conteúdo útil



(69 avaliações nos últimos 12 meses)

Fonte: Tua Saúde!

COMMENTS